Ao desenvolver a geocélula com base em Neoloy®, diferente de todas as outras, a PRS também estabeleceu uma nova gama de padrões para medir o seu desempenho, já que os padrões gerais da indústria estão desatualizados. Juntamente com especialistas em geossintéticos (TRI, GRI, ASTM), a PRS adotou novos métodos de teste para as geocélulas, com base em métodos de teste amplamente aceitos para plásticos de polímeros em outras indústrias. Além das propriedades convencionais de solda de costura e força de tração, os métodos de teste avançados utilizados pela PRS prevêem comportamento a longo prazo e tensão plástica acumulada em um geossintético sob carga com diferentes estresses mecânicos, frequências e temperaturas. Esses métodos incluem:

  • TMA – Análise Termomecânica
  • DMA – Análise Mecânica Dinâmica
  • SIM – Método Isotérmico Escalonado
  • CTE – Coeficiente de Expansão Térmica
  • DSC – Varredura Diferencial de Calorimetria

Esses métodos de teste refletem de forma mais exata a geometria da geocélula 3D e o desempenho do material no campo em vez de testes com tiras individuais e materiais virgens. Embora ainda não tenham sido adotadas pela indústria de geocélulas, esses padrões comumente usados ​​pela ASTM/ISO foram adotados pela PRS para avaliação confiável e verificável de propriedades das geocélulas e do desempenho a longo prazo. performance.

prs-neoweb-spec-a

PRS-Neoloy Categoria A

prs-neoweb-spec-b

PRS-Neoloy Categoria B

prs-neoweb-spec-c

PRS-Neoloy Categoria C

prs-neoweb-spec-d

PRS-Neoloy Categoria D